24 de setembro de 2012

Você

||
Bati a porta e não me despedi, desci lento as escadas, aguardando que você se arrepende-se sempre parto devagar esperando um pedido de desculpas sofrendo pelo corredor dando chance para que você me alcance pelo grito, e de repente achando que não havia mas chance de você vim eu me arrependo volto e você me diz me surpreendendo. Eu apenas peço que fique, fique quando eu estiver chato, quando eu estiver com ciumes, fique quando eu ficar apontando defeitos em seus amigos, quando eu te mandar ir com os outros, fique quando eu parecer estar feliz sem você, quando eu não pedi para você ficar, quando meu orgulho for maior que minhas vontades, Apenas fique e entenda que eu preciso de você ao meu lado. Fique pelo simples fato de eu amar você.
e de repente uma parte de mim já são sente vontade de conversar conhecer ou de ter algum vinculo com as pessoas ao meu redor por estar quase convencida de que de um jeito ou de outro eles sempre vão embora e quando eu fui realmente importante para alguém não sei bem essa data me fugiu da cabeça, e dai veio que você sempre teve tempo para mim, Sem desculpas, sem mentiras, ou melhor com poucas, e sem promessas quebradas. Mas olhei para fora e respondi, O problema não é o clima, não me importa se é verão ou inverno, o que define minha tristeza e sua ausência, com você aqui sou feliz mesmo chovendo.

0 Mil coelhinhas viajaram por aqui:

Postar um comentário